“Biens communs globales, biens communs de la connaissance et solidarité internationale” [intervenção em debate]

VIEIRA, Miguel Said. “Biens communs globales, biens communs de la connaissance et solidarité internationale” [Bens comuns globais, bens comuns do conhecimento e solidariedade internacional]. Université d’été de la solidarité internationale, 2010, Pessac. Disponível em <http://ssrn.com/abstract=2592732>.

Em francês. [Versão revisada; agradeço a Frédéric Sultan, que fez leitura atenta e diversas sugestões.]

Intervenção realizada, a convite, no ateliê sobre “Bens comuns do conhecimento” (organizado por Vecam, Petits Débrouillards, ATTAC França, Creative Commons França e Survie), durante a Université d’Été de la Solidarité Internationale, edição de 2010. Clique aqui para formato ODF.

Resumo

Compara bens comuns baseados em bens materiais, de alcance local, e bens comuns do conhecimento, transnacionais — como o software livre e, em certo sentido, a internet; e discute se é mais fácil gerir bens comuns do conhecimento como bens comuns de acesso aberto, e de que maneira a escala afeta essa avaliação. Argumenta que é possível avançarmos rumo a bens comuns do conhecimento globais e de acesso aberto (embora algum grau de “cerceamento” seja útil para manter um bem comum); e que o principal obstáculo a isso permanece sendo a desigualdade socioeconômica. Propõe que os movimentos de solidariedade internacional visem a expansão das comunidades potenciais de bens comuns do conhecimento existentes.

Deixe um comentário

Arquivado em Artigos, Palestras e comunicações

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s